01/11/2014
Fique ligado
Você está aqui: Capa » Saúde e Fitness » Tipos de Muletas e suas Indicações

Tipos de Muletas e suas Indicações

Ao sofrer um acidente, enfrentar um período com dificuldade de locomoção ou mesmo possuir uma deficiência nos membros inferiores, é comum que a pessoa necessite usar muletas. Elas servem como apoio para que a sua locomoção não fique totalmente impossibilitada. Ao contrário do que muita gente pensa, não existe apenas um tipo de muleta. Dependendo da necessidade do paciente, o médico pode orientar o uso de muletas canadenses ou do tipo axilar.

A muleta canadense recebe este nome por ter sido descoberta no Canadá. Ela geralmente é fabricada em alumínio, formada por uma haste vertical de metal, uma braçadeira e um apoio para a mão. Essa muleta tem a vantagem de permitir que o usuário tenha maior mobilidade e consiga realizar atividades funcionais com segurança.

O modelo permite, também, que a pessoa use a muleta sem que precise necessariamente usar as mãos. É usada nos casos em que a pessoa precisa de apoio, mas não sente dor intensa nas pernas ou na coluna. Para a muleta canadense se mostre confortável, você deverá mantê-la ajustada de forma que a pessoa consiga mover o cotovelo em até 30 graus.

A muleta axilar, por sua vez, é chamada assim por ter uma superfície de apoio que encaixa nas axilas. Esse modelo pode ser encontrado em alumínio ou madeira. A diferença é que a muleta de alumínio tem maior durabilidade, ao passo que a muleta de madeira costuma ser mais acessível.

Além do apoio para as axilas, a muleta tem também um pegador para as mãos e duas barras verticais unidas por uma ponteira de borracha. Essas muletas normalmente são indicadas para pacientes que não podem distribuir todo o peso do corpo em um dos pés. Ou seja, é mais comum para uso após acidentes, cirurgias ou ferimentos nas pernas, coluna, bacia ou nos pés.

Entre suas principais vantagens, elas melhoram o equilíbrio e a estabilidade do corpo. Para que o indivíduo consiga se movimentar adequadamente com a muleta axilar, é necessário que ela fique posicionada dois a três dedos abaixo da axila, e cerca de 15 centímetros distante do pé. Assim como acontece com a muleta canadense, é necessário que o indivíduo consiga mover seu cotovelo em até 30 graus.

É importante frisar que a orientação para o uso das muletas deve ser feita por um médico.

Gostou? Tem alguma sugestão ou crítica? Comente!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>