19/12/2014
Fique ligado
Você está aqui: Capa » Tecnologia » Celulares Importados da China

Celulares Importados da China

Celulares da ChinaA evolução dos celulares começou a longos anos atrás. Lembraremos agora dos aparelhos antigos que tínhamos. Estes que eram muito grandes, com poucas funcionalidades, poucas cores, etc.Como eles avançaram e cresceram. Muitas funcionalidades surgiram ao longo de verdadeiras revoluções tecnológicas e novas tecnologias apareceram. Em dias atuais temos celulares incríveis com funções fora do comum. Com a expansão global, a tecnologia em ascensão, os celulares também não podiam ficar de fora. Eles eram “crianças” e se tornaram “adultos” tecnológicos.

Possuem recursos de tecnologia de ponta, com complementos bem consideráveis. Em um único aparelho foram inseridas diversas de funcionalidades diferentes. Entre essas funcionalidades, estão o modo de enviar mensagens de texto, com a opção de envio de fotos e vídeos, GPS, sinal digital, formas de jogar em Java, mp3 player, reprodutor de músicas entre outras inúmeras funcionalidades. A tendência desse mercado evolutivo de celulares é cada vez mais evoluir funções novas. Recentemente lançaram o celular de quatro chips. Antes de seu lançamento possuíamos de dois chips. (aliás, se você procura celulares de três ou mais chips, você encontra na Mpxshop).

Feito para empresários e usuários comuns, nasce da necessidade de desenvolver um aparelho com as funcionalidades já existentes, mas com a possibilidade de atendimento maior. E ao passar dos anos os chineses tendem a crescer ainda mais em suas criações. Os mercados estrangeiros estão cada vez mais exigentes e com mais sede de informação a cada segundo. Isso faz com que tenhamos mais consciência do que compramos. Apesar de serem altamente tecnológicos, muitas pessoas não os vêem com bons olhos os aparelhos eletrônicos que vêm da China – o que é estranho, pois grande parte dos componentes que compõem os produtos eletrônicos montados aqui no Brasil e em outros países, são importados diretamente de lá.

Gostou? Tem alguma sugestão ou crítica? Comente!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>